20/07/2020

Sobre um acolhimento multidisciplinar


Essa semana, eu e uma amiga estávamos conversando sobre um artigo que eu estava lendo sobre a Neuropsicologia. Essa minha amiga - Késsia Xavier - é também estudante da área de saúde assim como eu, no caso dela a fisioterapia. Esse texto fazia uma pequena introdução do que seria a neuropsicologia, porque uma das cadeiras que vou pagar no próximo período é justamente essa e como eu fico louco pra saber como funciona antes de iniciar eu fui lá pesquisar, hehe, vocês também são assim? Começamos a falar sobre isso justamente porque essa área da psicologia tem uma vasta contribuição de conhecimento de várias outras disciplinas e profissões. Uma delas é a fisioterapia.

De forma rápida e prática, a neuropsicologia estuda a relação entre o cérebro e o comportamento humano, ela é uma interface entre a psicologia e a neurologia. Para a construção dessa área são necessários conhecimentos, instrumentos, métodos teóricos e modelos de outras disciplinas como: psicologia, psiquiatria, neurologia, fonoaudiologia, farmacologia, fisioterapia, biologia, entre outras. Então a teia de informações que podemos encontrar dentro da neuropsicologia é imensa. Ou seja, podemos chamar isso de multidisciplinaridade, que seria a reunião de várias disciplinas (visões) com um único objetivo, e neste caso seria o acolhimento e saúde do indivíduo.

Cada uma dessas áreas tem a sua especificidade e um modo diferente de abordar o ser humano, consequentemente a junção de todas essas visões possibilita uma acolhimento mais humanizado e com diferentes possibilidades de tratar aquela pessoa. A liberdade que temos em um meio multidisciplinar conforta não só o paciente, como também a própria equipe multidisciplinar, afinal com várias áreas de conhecimento da saúde, qualquer que seja a emergência teremos várias formas de trazer conforto e alívio da dor àquele paciente.

Esta semana também foi o dia de um evento muito legal que a minha faculdade promoveu, o tema dessa palestra foi cuidados paliativos. E a multidisciplinaridade se fez presente também neste tema. Através de algumas buscas consegui obter um artigo que fala muito bem tanto sobre cuidados paliativos quando acolhimento multidisciplinar. Mas antes o que seria os cuidados paliativos?


De acordo com a OMS - Organização Mundial da Saúde - os cuidados paliativos podem ser definidos como sendo uma abordagem que aprimora a qualidade de vida, dos pacientes e famílias que enfrentam problemas associados com doenças, através da prevenção e alívio do sofrimento, por meio de identificação precoce, avaliação correta e tratamento da dor, e outros problemas de ordem física, psicossocial e espiritual


Nesse sentido os cuidados paliativos podem ser aplicados não só a pacientes terminais, mas em outros casos onde o sofrimento se faz presente e o alívio dessa dor seja primordial naquele momento. No contexto de cuidados paliativos também se tem a abordagem multidisciplinar, esses cuidados na verdade são feitos por uma equipe de médicos, psicólogos, enfermeiros, entre outros. Com o mesmo objetivo, promover a saúde e vida do paciente assim como o alívio da dor e sofrimento.

Já que a proposta dos cuidados paliativos é cuidar da saúde física, social, mental e espiritual dos pacientes, se faz necessária uma equipe de vários profissionais nesse quesito. Existe claro funções para cada um dos profissionais envolvidos, e dentro deles o poder de enxergar o paciente de forma a poder observa-lo em todas as esferas, pois o paciente não está só doente em seu estado biológico, por trás de tudo aquilo existe suas forças internas abaladas, mentais, sociais, familiares... Ou seja o acolhimento multidisciplinar e multiprofissional nesse ponto é essencial para poder se fazer observações, análises, orientações ao paciente, tudo de forma mais humanizada e em equipe.

"Devem reunir as habilidades de uma equipe interdisciplinar para ajudar o paciente a adaptar-se às mudanças de vida impostas pela doença, pela dor, e promover a reflexão necessária para o enfrentamento desta condição de ameaça à vida para pacientes e familiares." - Trecho do artigo: Cuidados paliativos: uma abordagem a partir das categorias profissionais de saúde.
A minha intensão em escrever esse post é justamente dizer que sim, eu acredito muito em acolhimento e cuidados multidisciplinares e multiprofissionais. Sabe porque? Porque nenhuma área no mundo é individual, e todas elas tem o mesmo objetivo, que é atingir o ser humano de alguma forma. No caso da área da saúde ainda mais, pois o seu objetivo é a saúde e o bem-estar do ser humano. Então eu acredito severamente que sim, podemos juntar todo o conhecimento que temos das mais diversas áreas de atuação educacional e profissional para manter esse ser humano da melhor forma possível. Fiquei muito feliz de saber isso sobre a neuropsicologia, e ainda mais sobre cuidados em equipes, eu gosto particularmente de tratar de gente com gente do meu lado. Não sou adepto de estar sozinho e ter o trabalho sozinho. Pra mim uma equipe é essencial para o funcionamento de tudo.

O mais legal disso tudo é saber que uma das melhores pessoas da minha vida (Kessia ♥) é da mesma área que eu, a saúde, e eu espero do fundo do coração que na vida profissional, a gente possa se esbarrar muitas vezes, e que no meio desses dias conturbados de trabalho lá e trabalho cá, a gente possa tomar um café, comer uns biscoitos e falar sobre a vida um do outro, e rir bastante também. Até o próximo paciente chegar, ou o horário do nosso intervalo acabar! ♥

OBS: vocês podem conferir o artigo sobre cuidados paliativos clicando aqui! (www)

Foto por: Aarón Blanco Tejedor e Clay Banks.


Nenhum comentário:

© Adeeh Mello Blog - 2020. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeilson Mello. Me siga no Instagram @adeehmello.