14/07/2020

O que é praticar a aceitação?



Na vida a gente tem seus altos e baixos e isso todo mundo passa, afinal se não fosse assim qual a graça que teria não é mesmo? O interessante é que eu descobri que nesses baixos que a vida nos coloca, é tudo uma questão sobre o quanto de importância você entrega pra situação e o quanto isso te afeta. E que na realidade não é que aquilo te magoe muito ou te deixe numa situação horrível, é que simplesmente aquilo tinha que acontecer, as coisas vão acontecer, querendo você ou não, ou seja, existem pontos na nossa vida que não estão no nosso domínio, e a decisão se isso vai machucar ou não, é nossa.

Que na vida a gente sempre vai ter um probleminha isso a gente não tem dúvida, mas qual seria a importância exata para que a gente precise sofrer por aquilo? E a gente pode escolher ou não ser atingido por algum contratempo? Essas perguntas podem ser respondidas com um único termo, aceitação. E isso não quer dizer aceitar tudo o que for de ruim, as vezes a aceitação também é entender que fomos nós mesmos os causadores daquilo tudo, e saber qual a hora certa de arrumar ou se pode arrumar. É tudo uma questão de como entender o problema e a relação dele com você.

A gente não pode escolher ser atingido por algo hoje para nos poupar amanhã. Da mesma forma como você diz quando sai em um dia de folga e as coisas estão super calmas na rua "Se eu precisasse trabalhar, teria um engarrafamento enorme aqui e agora". Será mesmo? Será que as coisas escolhem assim você e o seu dia e pronto? Não é bem assim. Como a gente reconhece que não se tem domínio pelas coisas naturais, também não devemos nos culpar como se fossemos atração fatal para contratempos e pedras no caminho. Da mesma forma como a gente reconhece que não podemos mudar certas coisas, devemos também entender se somos ou não o motivo delas acontecerem.


A gente nunca sai de casa achando que a vida é a vida. Mas como assim? A gente nunca está pronto para pisar na água que está na calçada e molhar o sapato, a gente nunca está pronto para esquecer a chave no trabalho e só lembrar quando chegar em casa. A gente nunca ta pronto para a vida ser a vida, porque estamos ocupados demais planejando nossos dias, semanas e meses, achando que tudo vai ser perfeito. E não é pra sair achando que vai dar errado, claro que não, tenha sempre um pensamento positivo. Mas saiba entender que a vida pode mudar a qualquer momento, seja algo grande pra te tirar do caminho previsto, seja algo pequeno que possa tirar a tua paz. A vida não é perfeita, mesmo que a gente tente faze-la parecer.

Meu nome é Adeilson, e eu tenho quase 21 anos, pouca idade, mas o bastante pra entender que existem coisas que fogem das minhas mãos. E eu não preciso me desesperar por aquilo, porque eu entendo perfeitamente que essas coisas independem de mim. Por exemplo: chuva, algumas pessoas podem ficar irritadíssimas com isso, ainda mais quando se sai de casa com aquele sol lindo e em questão de minutos o tempo muda. Para muita gente que sempre está pronto para que tudo dê certo em sua vida, isso seria um baita de um problema. Afinal claramente por pensar que tudo daria certo, a decepção pode ser bem maior.

Com o passar do tempo assim como a chuva eu pude entender que certas coisas vão acontecer com a minha vontade ou contra a minha vontade. Porque é a natureza da vida, e não se pode inverter a ordem das coisas todos os dias à seu favor. É impossível que um dia inteiro dê tudo certo, ou até possa ser que sim, mas não por obra estritamente nossa. O universo que quis assim, somos apenas facilitadores e personagens dessa história, um alguém que está aqui apenas para interpretar, mas o diretor disso tudo, é o tempo.


Quando eu digo que devemos praticar a aceitação é pra que possamos observar a situação e entender como aquilo ocorreu, e por mais embaraçoso que seja ainda sim aquilo é natural. É saber se aquilo realmente te afeta ou se é você mesmo está criando situações para aquilo te atingir, tudo dentro da sua mente autodestrutiva. A chuva é igual para todos, para uns é só algo que molha e que se pode até dançar no meio da água, para outros é atraso, perda de tempo e roupa estragada. Você e a sua mente que escolhem de qual lado vocês estão, você pode decidir entre estar ao lado do natural, onde os acontecimentos simplesmente fazem parte da sua vida, ou decidir tornar a situação que não é sua contra você mesmo.

Situações embaraçosas e complicadas vão existir na nossa vida inteira, o grau de importância que a gente leva pra situação é que vai decidir se é um problema ou não. Aceitação é algo que vem de dentro, onde você acaba por entender a força que você tem pra fora e a força das coisas de fora que vão para dentro de você. Respeitar o natural e estar em alinhamento com o tempo e o destino é o mais indicado para se manter a saúde mental. Podemos decidir se uma situação é um momento simples ou um problema, assim como decidir se a situação é uma barra ou um desafio.

Esses pequenos exemplos são para você se conectar ainda mais ao assunto, e praticar o ensinamento de forma clara e fácil. Não se deixe irritar por pequenas coisas, você pode decidir se aquilo te incomoda ou não. E vai por mim, quando você passa a entender mais sobre aceitação, o que mais aparece são pessoas dizendo coisas do tipo "Nossa no meio daquela bagunça, você estava tão calma?". Esse é o espírito do jogo, não deixar que coisas bobas te tirem do sossego, e isso é bom não só pra você, mas pra quem está a sua volta também. Uma cabeça fria e calma pensa bem melhor em soluções práticas e rápidas, a vida pode estar uma bagunça, mas a nossa mente tem que ser o nosso centro de controle. Se a sua mente está uma bagunça, psicoterapia ajuda muito, faça o quanto antes, um psicólogo nessas horas pode ser a saída para os nossos pensamentos positivos.


4 comentários:

  1. Aceitarmos a nossa vida e aprender com os nossos erros é óptimo!! Gostei imenso da tua publicação!! Abençoado mês de Julho para ti,muita paz,muita alegria e imensa saúde para ti,fica bem,muitos beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pelo carinho, e que bom que gostou do post, que esse mês seja legal pra todos nós! ♥

      Excluir
  2. Acho que tudo depende da forma como encaramos o que acontece na nossa vida, tenho um amigo por exemplo, que acha-se azarado, pra ele, tudo acontece de ruim só com ele. Porém, comecei a perceber que ele sempre fica irritado quando coisas ruins, E NORMAIS, acontecem. Se chove, é só com ele, se o pneu fura, é só com ele. E eu vejo de forma diferente, se choveu ou se o pneu furou, isso acontece com qualquer um, o lado bom é que não furou o pneu enquanto chovia, haha. Enquanto meu amigo fica se lamentando e irritado, eu arregaço as mangas, aceito, arrumo o pneu, sinto a chuva, e vida que segue. Não estou dizendo que estou certa ou rebaixando meu amigo, mas tudo é questão de como você lida com certas situações. Algo que é o fim do mundo pra uns, pode não ser para outros.
    Enfim, eu amei o seu texto e acho que você conseguiu expressar muito bem em palavras tudo o que eu penso sobre o assunto.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é justamente a essência do texto, é você buscar uma forma de rodear a situação e perceber que ela pode ser boba e você pode encarar perfeitamente. Algo negativo nem sempre é tãaaao negativo assim, as vezes é só uma bobeira que pode ser levada e arrumada naturalmente. Que bom que gostou! ♥

      Excluir

© Adeeh Mello Blog - 2020. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeilson Mello. Me siga no Instagram @adeehmello.