12/06/2020

E mais um período indo embora



Eu sempre gosto de escrever algo assim que acaba mais um período  do curso. Eu não sei direito porque isso, mas parece que quando eu passei a escrever aqui a cada período que se passa eu oficialmente "fecho" ele sabe? Meio que eu não consigo sentir mais que ele acabou se eu não escrever como foi ou o que eu senti por aqui. Acho que isso é por conta do blog ter se tornado um espacinho de imenso amor e carinho pra mim, então já faz parte da minha vida. Fica difícil até pra mim mesmo ver algo legal e não compartilhar por aqui. Mais precisamente, viver algo legal e não escrever por aqui.

Esse semestre eu tive vários tipos de emoções diferentes. A começar porque no período passado as cadeiras de Neuroanatomia e Estatística deram uma sacudida e uma animada boa nas coisas por lá. Esse semestre não tivemos elas pra dar esse ânimo a mais. É que basicamente o curso de Psicologia tem muita leitura, então cadeiras que giram em torno de números e anatomia fazem uma grande diferença sim. Parecem que elas nos tiram dessa rotina de leitura constante entende? O que não é nada ruim pra mim, afinal sempre gostei de ler e até aprendo bem melhor lendo, hehe!

Então eu já sabia que esse semestre ia ser mais calmo. E como de costume eu sempre deixo aqui as cadeiras que eu mais amei, que neste semestre foram Teorias da Aprendizagem, e Neurofisiologia. Teorias da aprendizagem foi algo muito interessante, porque simplesmente existem diversas maneiras do ser humano compreender, aprender e praticar algo, é simplesmente incrível. E a neurofisiologia eu nem preciso dizer. Eu adoro a neurociência, então a cadeira de neuroanatomia no semestre passado foi perfeita pra mim, a de neurofisiologia não poderia ser diferente. É a cadeira onde aprendemos a ver o ser humano como um todo, e não só a sua parte psíquica, pois nós seres humanos modelamos nossos pensamentos e comportamentos com base em fatores psicológicos e biológicos também. Eu amo a neurociência, e eu estou muito ansioso porque no próximo período teremos neuropsicologia. Ai meu coração! ♥


Em seguida fomos bombardeados com toda essa loucura de pandemia, então a gente passou a fazer tudo em formato EAD. Nos primeiros dias de adaptação foi meio ruim sabe? Mas como era algo emergencial, conseguimos nos adaptar muito bem a essa situação, tanto que tivemos nossas aulas todos os dias no mesmo horário de sempre, e as provas também rolaram maravilhosamente bem nesse formato. Quero ressaltar meu muito obrigado aos professores que simplesmente foram incríveis nesse momento. Toda paciência, carinho e ensinamentos, porque a todo momento estavam disponíveis pra tirar as nossas dúvidas durante e depois das aulas, sei que é algo diferente pra todos, mas os professores foram maravilhosos! 

Eu consegui adaptar minha rotina aos poucos também. Mas meio que não foi tão difícil assim, eu acordava pela manhã porque as aulas eram no mesmo horário do nosso turno. Assistia a aula normalmente, e a tarde iniciava uma revisão ou atividade que tinha pra ser feita. Queria deixar claro que porque não estamos em sala de aula fica um pouquinho mais difícil de compreender os assuntos, mas nada que uma boa leitura não resolva. Então aproveitei que minhas férias do trabalho foram liberadas bem neste mês e intensifiquei ainda mais os horários de estudo, articulando o início da tarde eu estudava o que veio pela manhã, com uma pausa ao final da tarde pra me divertir vendo série porque ninguém é de ferro, hehe - Alô Grey's Anatomy - e a noite iniciava novamente, e nisso eu ia dormir lá pelas 2h ou 3h da manhã revisando os assuntos. Eu fazia isso sempre então graças aos céus não me perdi e nem atrasei nada, ficou tudo lindo e em dia! ♥

Esse período também as coisas ficaram tão interessantes que agora o meu instagram - @adeehmello - também virou espaço pra estudo. Resolvi publicar por lá alguns resumos de coisas curiosas, interessante e outras pra estudo mesmo de quem gosta de saber sobre a mente ou quem estuda sobre a mente. A semana toda por lá tem conteúdo, já publiquei alguns assuntos bem interessantes, assim como uma série sobre a psicanálise Freudiana que vai ao ar toda semana uma nova parte dessa teoria linda e que eu amo bastante. Me bateu até uma ideia interessante, vou colocar por lá minha rotina de estudos nessa quarentena. Vai que ajuda quem tiver precisando estudar pra o vestibular não é mesmo? Ah e eu também deixei por lá um destaque onde vou compartilhar artigos científicos que leio e que me ajudam nos estudos, assim vocês podem ver o título do artigo e os autores também para pesquisar e ler.


Bom na questão do período em si, o único problema foi a adaptação a essa situação emergencial da pandemia. As outras coisas foram maravilhosas. A única cadeira que eu não me identifiquei muito foi dinâmica de grupo, eu não senti tanto impacto nela, é bastante importante mas não mexeu tanto comigo. O meu amor pela neurociência só aumentou com a neurofisiologia, e a cada dia mais eu já aceito que a neurociência é a minha área. No mais nós tivemos a continuação das cadeiras de desenvolvimento humano, no caso nesse período falamos sobre a adolescência, anteriormente à infância e próximo período teremos adultez e velhice. Outra cadeira bastante legal e que teve bastante influência da época existencialista foi a de Psicologia Humanista, vale muito a pena saber sobre o assunto, embora não seja o ramo de pensamento que devo seguir (mas vai que muda não é, nunca se sabe), nesse momento eu acho que não escolheria a humanista não! Mas é linda sim! ♥

O lado bom desse período: eu consegui deixar tudo em dia mesmo diante de todos os acontecimentos. As cadeiras e os assuntos foram bem diferentes ao mesmo tempo que muito interessantes. A leitura foi um papel importantíssimo nesse período de isolamento, onde toda forma de conhecimento é justa.

O lado ruim desse período: foi uma queda grande da movimentação da anatomia e números de estatística pra um período cheio de leituras, hehe. Grupos foi a única cadeira que não me deu ânimo pra estudar, confesso que por muitas vezes fui me arrastando, mas é super importante estudar, até mesmo para o nosso desenvolvimento pessoal e saber lidar e exercer diferentes papéis em grupos que estamos inseridos e fazendo parte na nossa sociedade.

Sabe o medo que eu sentia por não saber se isso tudo ia dar certo? Ele não existe mais. A psicologia de um sonho passou a ser realidade, e olha só, estamos aqui chegando ao 4º período do curso firme e forte. O que eu tinha medo, hoje virou uma certeza, e se mesmo assim algo acontecer e eu não puder continuar o curso agora, em algum momento da vida continuarei, porque é isso que eu quero, é isso que eu vivo. Vou para o próximo período uma nova pessoa, com novas metas e novas curiosidades, com certezas também e essas querendo ser aprimoradas a cada leitura, a cada livro, a cada teoria a cada pensamento. Me desejo um período maravilhoso, nem sei se posso falar assim, hehehe. Mas que tudo dê certo e que seja um período lindo! ♥

Foto por: Matthew Feeny

Nenhum comentário:

© Adeeh Mello Blog - 2020. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeilson Mello. Me siga no Instagram @adeehmello.