22/01/2020

Tente lembrar de não aceitar qualquer pessoa


O título ficaria melhor e menos forte se eu usasse o eufemismo e colocasse mais ou menos assim: Tente lembrar de não aceitar qualquer coisa. - Viu como uma palavrinha muda a intensidade das coisas? Mas eu vou deixar assim pra ser uma bomba mesmo, hehe. - Ao longo da vida temos inúmeras experiências no quesito relacionamento. Sempre teremos a preocupação do que podemos encontrar ao conhecer essa pessoa então é automático sempre pensarmos no que seria o "ideal" para essa pessoa ser alguém à quem a gente possa manter por perto. Mesmo que a gente não formule literalmente um ser humano que a gente possa dizer que seja interessante, sentimos sim uma pequena fagulha que nos faz pensar: como será essa pessoa? Como a gente vai conseguir se conhecer? Será que vai dar algo bom, ou será mais uma furada? - Isso se transforma até em motivo de ansiedade para as pessoas mais frágeis das emoções.

Como na vida nem tudo é como queremos - fazer o que né - estamos sempre propensos às decepções. Com as nossas criações de "ser humano ideal" não poderia ser diferente. A gente quer tanto que seja da melhor forma possível e que tudo ocorra na mais perfeita situação, que quando não achamos o que queremos acabamos por aceitar qualquer coisa que venha. Esse qualquer coisa está diretamente ligado ao nosso nível de carência, onde a gente busca amor - onde não tem - em pequenas coisas do dia a dia, até mesmo em um Boa noite, se cuida, onde a gente encontra emoção nas mais singelas palavras. Buscamos pontos simples de afeto, e transformamos em grandes pensamentos. Porque na verdade nos tornamos a pessoa que está em busca da nossa metade, mas esquecemos de sermos inteiro por si mesmo.

Aceitar qualquer coisa pra se sentir vivo, pra sentir que está sendo amado. Mesmo que bem lá no fundo a gente saiba que não é amor. A gente se mostra à coisas tão pequenas, ficamos tão vulneráveis, que na verdade isso só mostra o quanto a gente tem medo de ficar sozinho. E o pior, de ficar sozinho consigo mesmo. É exatamente o que causa essa aceitação rápida e sem fundamento algum, o medo da solidão, e de quando acabar nessa situação não encontrar ninguém além de si mesmo. O autoconhecimento, o poder de saber quem você é de verdade se não estiver bem estabelecido em nossas mentes pode ser assustador, até porque se temos medo de estarmos à sós com nós mesmos, é porque não sabemos como reagir estando de frente aos nosso próprios pensamentos.
Essa pressa de ser feliz, essa gás que damos à vida para que ela procure por nós a pessoa certa que a gente pode dizer estar feliz ao lado é o que nos prejudica. Nós elaboramos uma pessoa que não somos, nos adaptamos drasticamente à uma realidade que não existe. E sabe porque não existe, porque na verdade é tudo do nosso querer, e não tem nada de real nisso. Precisamos criar uma pessoa em nós mesmos que seja satisfatória para todas as nossas emoções, desde o amor intenso, até mesmo a solidão em dias de chuva. Onde a gente possa se ver no espelho e não acelerar mais o tempo, deixando a vida correr e quem quiser aparecer, uma hora aparece não se preocupe.

Aceitando qualquer coisa as pessoas acabam por segurar, e tentar manter relações sem amor, companheirismo, carinho e nenhum tipo de afeto. Criando uma relação que se arrasta por um longo tempo, até aquilo tudo cair na rotina e terminar de forma chata, ou até o momento em que você acaba reconhecendo isso tudo, o que pode demorar. É basicamente aquela frase clichê mas que nessas horas faz muito sentido: se a gente não consegue amar a si mesmo, como vamos amar outra pessoa? Precisamos certificar do amor que temos por nós mesmos, assim a gente vai saber como amar alguém. Sabe porque esse amor-próprio em primeiro lugar? Porque é o que vai te impedir de aceitar qualquer coisa por ai que uma hora pode arrancar o teu sorriso fora. Esteja segura de si, só após isso deixe que alguém caminhe ao seu lado. Não colha migalhas, você não precisa disso.


Aprenda a realizar suas metas por você mesmo. Aprenda a ter as suas realizações para si. A gente sempre espera do outro aquilo que a gente deseja a si mesmo, mas nunca tem coragem, audácia ou peito pra realizar. Não precisa projetar nos outros o que você deseja, basta você saber que aquilo tem que ser realizado por você e pra você. Ninguém é obrigado a estar contigo enquanto tu diz pra essa pessoa "me faça feliz". A responsabilidade é sua, a felicidade é sua, então busque-a. Se contentar com pouco pra tapar um buraco que você está sentindo uma necessidade extrema de barrar, não é motivo pra por a sua felicidade nas mãos de outro.

Lembre-se de não aceitar qualquer coisa. Não tem como segurar ninguém, mesmo que façamos de tudo pra segurar esse pouco que escolhemos ter, é necessário saber que somos livres, e que uma hora esse pouco que a gente submeteu a estar junto só pra se sentir amado, vai sumir. E não é culpa sua e nem dele, é culpa não combinação que vocês tiveram juntos. Para pra pensar: quanto você vale assim pra si mesmo ao ponto de se contentar com o pouco que são as outras pessoas? Te valoriza e espera o tempo certo. Aprenda que você pode ser a melhor escolha pra si mesmo, e que a sua companhia pode ser a melhor do mundo. Ninguém além de você mesmo vai te entender, e vai focar nas tuas necessidades, aliás, como falei logo acima, a necessidade da sua felicidade só você é responsável. Tente lembrar de não aceitar qualquer coisa, tente ser melhor por você mesmo!

Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter

6 comentários:

  1. Eu fiquei encantado com o teu espaço, desde o layout até a forma que você se expressa. Fiquei feliz porque encontrei mais um menino nesse mundo da blogsfera, e ainda mais, faz Psicologia também! Sabe, dei uma olhada nas suas postagens e você é maravilhoso no sentido de auto-ajuda. Obrigado Adeeh!

    https://s-ueterazul.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabe o quanto eu fico feliz lendo um comentário desses. Seja bem vindo ao meu cantinho e espero que goste mais e mais. Ah! E espero que te ajude bastante a se tornar alguém melhor a cada dia! Beijo! ♥

      Excluir
  2. "Te valoriza e espera o tempo certo" ♥
    Me identifiquei muito com o texto, porque eu já aceitei muita migalha só pra me sentir um tiquinho amada e é bem triste :( mas acho que todo mundo já fez uma dessas né? Faz parte do crescimento, pra percebermos que merecemos mais.
    Enfim, como sempre ótimas reflexões e veio num momento apropriado pra mim.
    Ah, e sobre eu ter a pele bem branca hahahaha, ao contrário de você eu amo o sol, tenho até uma tattoo pequenina com o desenho do sol. Mas tipo eu moro em Curitiba né, não temos muitooo sol aqui. E mesmo assim sempre passo protetor solar quando tem sol, até nos braços e tals porque gosto de ser branquinha mas também amo o sol hahahaha

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de saber quando meus escritos tocam alguém. E sim, tenho certeza que todo mundo passa por uma dessas fases, o negócio é entender, aprender e saber lidar da melhor forma possível! Quanto ao sol, bem lembrado eu não costumo passar protetor e aqui em Recife é bem quente. Olha a irresponsabilidade aí, preciso me orientar o quanto antes, hehe! ♥

      Excluir
  3. Foi muito bom o blog, parabéns, ganhaste uma nova seguidora, vou passar a visitar o blog mais vezes, vi outras postagem suas com títulos interessantes, com certeza, visitarei para ler todos eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Espero que aproveite bastante todas as leituras e seja muito bem vinda! ♥

      Excluir

© Adeeh Mello Blog - 2020. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeilson Mello. Me siga no Instagram @adeehmello.