23/08/2019

A euforia de se encontrar no próprio curso


Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter 

Esses dias eu publiquei aqui no blog um post sobre "O que é Psicologia?", esse post foi ao ar no início dessa semana, o que me deixou mais inspirado ainda pra escrever sobre o meu cotidiano no curso tão desejado pela minha vida toda! A psi entrou na minha vida no tempo em que eu cursava coisas relacionadas a tecnologia, isso mesmo, antes de ser da área de saúde eu fiz um pouco dessas coisas. Acho que foi a partir daí que me descobri fortemente nessa área, foi algo que me fez ter certeza sabe. Mas veio de um tempinho antes, nas aulas do ensino médio onde o amor pelas disciplinas sociologia e filosofia estavam escondidas em mim, prontas para sair.

Essas disciplinas que tem um contato direto com o ser humano fez essa busca por cuidar dos seres humaninhos ficar mais forte. Foi quando eu procurei a fundo associar as duas coisas, o cuidado com o ser humano e também o contato com eles, sem contar é claro que teria de ter essas disciplinas como base para a minha profissão futura. E puff, a Psicologia surgiu na minha vida. Sabe aquelas pessoas que arrumam paranoia com tudo? Sou eu! Eu fui buscar tudo o que era possível sobre o curso, e sim eu li cada uma das cadeiras antes de ter certeza se era isso mesmo que eu queria. Teve alguma que tive medo? Sim! Estatística, por conta dos cálculos, e Tanatologia, porque estuda sobre a morte e eu sou meio frouxo pra isso. Mas olha só, eu to amando cada uma delas, e Tanatologia já li tanto sobre que quando chegar nesse período vou amar ainda mais!

DIFICULDADES E FACILIDADES:
Bom, no geral, eu to surtando de tanto amor pelo curso - psicólogo pode surtar? Acho que pode né, hehe - mas sempre tem aquelas coisinhas que deixam pra enlouquecer não é? Vamos lá, dificuldades pra mim são apenas a distância e o tempo, como eu trabalho a tarde eu fico meio que só a noite e os finais de semana disponível pra estudo. Só que eu vou dizer uma coisa: eu não me incomodo com isso, sempre fui disciplinado quando ao assunto estudo então fica super de boa abdicar de sair com família e amigos por exemplo e ficar estudando. E na questão de distância porque só pra "ajudar" a faculdade fica na cidade ao lado, então eu tenho que me deslocar pra lá todo santo dia, hehe, é a vida né meu bem!

As coisas mais fáceis estão no quesito curiosidade e leitura. Eu sou muito curioso e as disciplinas do curso - quem estuda psicologia sabe do que eu to falando - são simplesmente maravilhosas, são intrigantes, mexe com você muito, mas muito mesmo. Então é fácil pra mim ficar paralisado enquanto ouço a aula e presto atenção em todos os detalhes. E quanto a leitura, psicologia é leitura, leitura demaaaaais, e como eu sempre tive esse hábito e sempre gostei, não se torna algo cansativo.


ACABEI DE ME ENCONTRAR NO CURSO:
Acho que essa é a parte mais fácil desse post. Bom, as aulas começaram à pelo menos duas semanas, e essas duas semanas já foram o suficiente para mexer com a minha mente. Gente sério a cada dia mais eu me apaixono por esse curso, é tão interessante e intenso ao mesmo tempo. As aulas funcionam como uma terapia todos os dias, o melhor de tudo é porque a galera de Psicologia adora um debate então dá pra construir assuntos bem legais durante a aula.

As disciplinas que mais me chamaram atenção foram: neuroanatomia, porque gente é fascinante sério, você descobre tanta coisa que existe em você e o melhor de tudo é saber cada uma das funções e como elas se conectam pra formar o ser humano que existe aí, dentro de você! Psicologia Infantil, essa daí está sendo um desafio, porque eu nunca tive tanta paciência com criança, então eu confesso que está sendo uma loucura, mas é tão bom, eu to amando! E por ultimo, Psicologia da Personalidade, o nome da cadeira já trás uma responsabilidade em? E o que falar da professora? Confesso que tem umas coisas que ela fala que ativam minha ansiedade no meio da sala, mesmo com uma intensidade bem fraca, mas ansiedade atrapalha um pouco, eu tenho que me ligar nos assuntos pra estudo, porque eu tenho a mania de trazer para a minha vida e puff, ansiedade! Ai ai. ♥

COMO LEVO OS ASSUNTOS PSICOLÓGICOS PARA MINHA VIDA?
Eu falei no quesito acima, que costumo trazer alguns assuntos pra minha vida, mas não é trazer pra executar nela, e sim trazer o exemplo dado em aula e relacionar com as coisas que acontecem comigo, que algumas vezes atinge em cheio a minha ansiedade, dependendo a intensidade do assunto e o quanto ele mexeu com o meu emocional. Por exemplo, a professora de Psicologia Infantil esses dias estava falando sobre a forma como as família cuidam de seus filhos hoje em dia, e ela comentou bastante sobre mães e pais que não estão atentos aos seus filhos e suas realizações, justamente porque estão presos nessa rotina louca que se tornou nosso mundo!

Busquei uma relação automática com a minha vida, acho que por conta da rotina de trabalho e estudo aqui em casa muitas vezes a gente nem consegue se ver direito, é uma correria danada, e mesmo nos finais de semana ainda sim acho que não é o bastante pois devido a semana ser bem corrida, deixamos as obrigações de casa e estudo muitas vezes pra esses dois dias, o sábado e o domingo, então ficamos na mesma casa só que um pouco distantes sabe... Creio que devemos arrumar um pouco essas mentes e colocar esse papo em família pra funcionar, na verdade o quanto antes.

COMO FOI O PERÍODO PASSADO?
Foi o início de uma grande certeza pra mim, da melhor escolha que fiz na vida! Sem dúvida alguma eu quero a psico na minha vida. No primeiro período a expectativa era muito grande, na realidade eu estava a mil por hora no primeiro dia, mas consegui manter o controle. Assim como todo e qualquer curso o início de tudo é pra você entender porque surgiu essa profissão, como ela surgiu e os desafios que ela teve de percorrer através do tempo para se tornar realmente uma profissão. Eu descobri muito mais sobre a mente humana do que eu nem tinha ideia ainda, descobri que existe muitas formas de conhecimento e devemos respeitar todas elas, descobri como funciona a psicologia bem de pertinho, descobri suas áreas e abordagens, descobri tudo o que aconteceu pra hoje a gente poder chamar a psicologia de profissão, e olha que através do tempo sofremos bastante pra colocar isso de forma oficial para o mundo e ter o seu reconhecimento é um desafio a cada dia.


AS COISAS QUE ESPERO PARA O PERÍODO FUTURO:
Bom, eu não espero que seja diferente dos períodos que passei até agora - que são dois apenas, hehe - eu só quero que seja do ponto atual pra melhor. Sabe uma coisa que em deixa mais curioso? Quando algum professor comenta uns 30min sobre uma cadeira do curso e depois fala assim "mas vocês vão ter essa cadeira em breve, não vou falar muito". Gente alguém conta pra eles que isso me dá um nervoso? Sério, eu não sei como eu me aguento dentro de sala com isso tudo, é o mesmo que começar e não terminar, ai meu coração! Eu só quero que continue tão interessante quanto está, com os mesmos desafios e curiosidades. Algo que eu espero muito é a cadeira de Psicopatologia, onde alguns professores já falaram que vamos sair da sala loucos de tanto que a gente vai se identificar com aquelas patologias, eu fico nervoso só de pensar. - Calma menino!

RECOMENDAÇÕES DO CURSO PARA INCIANTES:
Ai eu adorei escrever essa frase acima, me achei fazendo psicologia a 10 anos agora, hehehe! Mesmo que eu não esteja nem no meio da graduação acho que já tenho base suficiente pra dizer com minhas palavras porque eu recomendaria esse curso para alguém. Lembrando que nada na vida deve ser "projetado" ou "jogado" nas pessoas quando elas detém o poder de escolha. Deixe cada um escolher da melhor forma possível. mas na questão de opinião a psicologia pra mim eu posso dizer que recomendo primeiramente para quem gosta de perguntas intrigantes com respostas que não são nada rápidas e que precisamos levar em conta uma série de pontos positivos e negativos de cada ser humano.

Uma vez eu falei pra um amigo que o que mais me encantava nele, são as dúvidas que ele deixa na minha mente a cada vez que conheço um pouco mais sobre ele. Eu sempre fui de me apegar ao que eu não posso conhecer por inteiro, me dá uma vontade louca de procurar mais sabe. E a psicologia me proporciona isso, eu posso descobrir mais sobre a mente humana, mais sobre a filosofia, sociedade, o mundo inteiro. Ainda não achei uma área do curso que não tocasse no ser humano como um todo, sem dúvida a psicologia é para cuidar de qualquer tipo de ser humano, seja lá qual raça, religião, cor sexo, orientação sexual for. A psicologia pode te ajudar de alguma forma.

Eu recomendo a psicologia pra quem adora desafios, dúvidas e pra quem quer dar um salto na sua vida pessoal. Várias das minhas inspirações para ser o ser humano que eu sou hoje eu devo a psicologia nesse momento. Eu literalmente comecei do zero esse ano, eu comecei um novo eu. Deixei para trás tudo o que eu tinha construído durante a vida, deixando algumas coisas boas claro, mas acima de tudo deixando espaço para o novo conhecimento que a psi poderia me trazer. Hoje eu sou muito grato pelo ser humano que estou vivenciando e criando a cada dia. ♥

E aí? Você cha que algum dia tomaria coragem de fazer Psicologia? Diz aí!


6 comentários:

  1. É muito legal ver você falar sobre o curso, porque dá pra sentir que você gosta muitooo do que estuda.
    Acho isso muito bacana, gosto de ver as pessoas empolgadas com algo que faz bem pra elas.
    Certeza que você será um profissional incrível.

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida alguma, eu amo o que eu estudo. Obrigado meu bem! ♥

      Excluir
  2. Oi Adeeh, tudo bem?
    Nossa, é tão legal ler seu entusiasmo e paixão pelo seu curso, mesmo tendo alguns pontos que apresentam certa dificuldade. e já respondendo sua pergunta, não conseguiria fazer esse curso, pois na minha cabeça não consigo separar meus próprios sentimentos dos dos outros. Acho que não seria uma boa profissional. Mas fico muito feliz que exitem pessoas como você que serão e são profissionais maravilhosos. Espero que quanto mais o tempo passe e quando você começar a clinicar, você consiga levar esse mesmo espírito, mesmo quando passar por algum momento complicado, afinal não estamos isentos disso né?

    ps: Esse negócio sobre os pais que você citou é realmente assustador, e não é atoa que temos crianças cada vez mais ansiosas e de certa forma carentes da atenção e cuidado dos próprios pais. Mas ainda é tempo pra contornar essa situação, espero.

    Abraços,
    Ava
    https://apenasava.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa separação com o tempo você pode aprender, vai ser um pouco complicado ainda mais com quem demonstra afeto rapidamente por qualquer pessoa, ou se comove fácil. Tem que aprender a deixar de lado nessa hora e se preocupar apenas com o indivíduo a sua frente. Obrigado meu bem, e sobre minha família é complicado sim, mas com o tempo espero que dê tudo certo! ♥

      Excluir
  3. Tão legal quando a gente se identifica com o que está fazendo neh? Sou formada em Pedagogia e tive um bocado de disciplinas da Psicologia e amava. No último semestre, peguei Psicologia da Personalidade e foi uma das melhores disciplinas que fiz na vida. Fechei o curso com chave de ouro. Tenho certeza que você será um profissional incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai a minha irmã também, ta quase terminando o curso de Pedagogia, eu não sei se teria coragem hehe! No quesito psicologia da Personalidade, olha vou te dizer, foi uma das melhores cadeiras até agora, faltam muitas pela frente, mas eu adorei essa! É meu amorzinho mesmo. ♥

      Excluir

© Adeeh Mello Blog - 2020. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeilson Mello. Me siga no Instagram @adeehmello.