17/07/2019

As pessoas de elos únicos


Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter 

Hoje eu estava pensando um pouco sobre as pessoas que passaram pela minha vida e deixaram algo de bom e de ruim. E olha que eu guardo bastante coisa boa e pego os pontos ruins todo como aprendizado. Mas a questão não é essa, o detalhe é que essas pessoas entraram de alguma forma na vida que é destinada à mim e em alguns casos elas saíram pelo mesmo motivo. Vou explicar. O título As pessoas de elos únicos faz uma referência justamente á essas pessoas que entram na vida da gente por um único motivo, e ao termino dessa ligação (elo - motivo) elas desaparecem, vocês perdem o contato uma com a outra.

Isso me fez pensar logo nas pessoas que eu conheci nos meus anos de estudo (antes da faculdade). Lá no meu ensino médio onde sempre tem aquele grupinho que a gente pensa - e em alguns casos até fala um para o outro - que é pra sempre. Vai durar pra sempre! Não é bem assim. As pessoas mudam seus caminhos, as pessoas mudam de rota. Isso é a transitoriedade da vida, a gente não tem como impedir. Mas existem pessoas que essa mudança não vem apenas por conta da vida, elas estão com o poder sobre as mãos de não perder aquele contato, mas entregam. É o caso das pessoas de interesse único. Que te acompanham apenas por uma fase da tua vida, se isso for passageiro... ela também será.


É bom ter alguém com sentido de ter alguém. É bom ter pessoas ao seu lado que tem mais de um propósito entre vocês. Sabe o que eu fico imaginando? Que existem pessoas que você não leva e nem pensa nelas em todo canto, mas tem alguns que você pode contar pra toda hora porque do shopping ao biscoitinho na areia da praia essa pessoa está com você. Não estamos falando de condições, estamos falando de responsabilidade afetiva. Se aquilo que te juntou a alguém um dia acabou, o que custa continuar a amizade? Será que hoje em dia o interesse das pessoas é mais forte que o potencial de afetividade que juntou elas duas? Eu não creio que um dia a gente vá precisar avaliar isso, mas é preciso prestar atenção ao que nos une, é preciso dar uma chance as pessoas para elas serem pessoas e como todo ser humano conseguir te cativar de alguma forma.

Pra mim não existe essa de "é tudo profissional", pode até ser, mas isso não faz com que eu deixe de te dar um bom dia pela manhã, te abrace no seu aniversário. Nunca deixo de ser humano!

Um salva de palmas às pessoas que independente do que nos une elas estão alí com a gente mesmo em momentos diferentes. Conheceu na escola, trabalho, faculdade, rede social... Algo que agora vocês não compartilham do mesmo período ou oportunidades? Esquece isso e arruma qualquer outro jeito de dizer que está bem, de perguntar se está bem também. Não vai em busca do perdemos o contato, vai em busca do oi eu estou de volta, como você está? E assim a vida que segue, em meio as coisas que nos une e nos separa, ou até mesmo tenta nos separar porque de alguma forma nos matemos vivos, nos mantemos aqui, prontos para mais um elo a se formar.

Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter

Nenhum comentário:

© Adeeh Mello Blog - 2020. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeilson Mello. Me siga no Instagram @adeehmello.